“Tenho 64 anos. Desde os 18 anos que lutei contra o excesso de peso. Experimentei todas as dietas. As que estavam na moda e as que os nutricionistas recomendavam. Experimentei todos os truques, incluindo substitutos de refeições. Mas o gráfico do meu peso ao longo dos anos é feito de altos e baixos recorrentes durante todos estes anos. Mais recentemente ouvi falar em fome emocional. Fez-me muito sentido. Psicoterapias. Convencionais e outras. O diagnóstico parecia-me certo, mas as soluções deram em nada.

Muitos nutricionistas, endocrinologistas, dietistas, psicoterapeutas e milhares de euros depois, tentei a hipnoterapia.

Não pedi para emagrecer, mas para resolver a compulsão para a comida. Em quatro sessões tinha o problema resolvido. Logo na primeira sessão a Isabel eliminou o meu eterno problema com os doces. Em cada uma das outras sessões fomos destruindo maus hábitos entranhados muito fundo. Depois foram mais umas sessões para consolidar.

Finalmente sinto-me normal! Só como ás refeições e até saciar a fome. Como deve ser.

Claro que estou a perder peso! Mas isso é apenas uma consequência do funcionamento diferente do corpo.  Sem dietas, nem sacrifícios. Ocorre naturalmente.”

Luísa, 64 anos; Prof. Universitária