«A transição do ensino secundário para o superior, no meu caso, traduziu-se numa série de mudanças com as quais não foi fácil lidar. O somatório de todas as alterações no meu dia-a-dia (desde mudar de casa, habituar-me a um ritmo de estudo muito mais exigente, até pequenos pormenores como aquelas preocupações “tenho de ir descongelar o jantar”) trouxe ao de cima muitas dúvidas e inseguranças. Até que as viagens de metro, as compras de mercearia, e todas aquelas tarefas banais se tornassem uma rotina, passei uma fase complicada, porque tudo o que é desconhecido é desconfortável, pelo que me mantinha sempre em alerta, com todas as emoções à flor da pele, o que se tornou exaustivo. Considerei até desistir, voltar para casa, só queria fugir desta situação tão assustadora.

A Isabel deu-me uma ajuda indispensável. Nas consultas aprendi a perceber melhor as minhas emoções, a entender que me devo preocupar apenas com o que posso controlar, e assim a reflectir sobre o que estou a sentir em vez de entrar em pânico logo à priori. Ao ser capaz de gerir as minhas emoções, canalizando-as da forma mais conveniente, o meu quotidiano passou a ser mais tranquilo, conseguindo usufruir dos momentos de lazer e aproveitar ao máximo os momentos de estudo, alcançando bastante bons resultados académicos.»

 

Alice, 18 anos; Estudante do 2º ano do Técnico